A Qualis desenvolveu o QRisk II a partir de sua experiência de quase 30 anos criando software de gestão administrativa e financeira. 

 
 
Benefícios
 
 
Medir o risco de mercado da empresa, indicando a necessidade precisa de instrumentos de hedge e/ou de reservas monetárias.

Poder usar as mais modernas técnicas para medir riscos de mercado: VAR Paramétrico, VAR Histórico e VAR Monte Carlo.

Definir limites de risco para os diversos tipos de “carteiras”, desde a empresa como um todo até um operador individual.

Emitir em tempo real avisos (ou até mesmo impedir) operações que ultrapassarem os limites de risco pré-estabelecidos.

Precificar ativos automaticamente (commodities, ações, etc.) no presente e no futuro, a partir de fórmulas definidas pelo usuário.

Avaliar o desempenho das carteiras não apenas em termos de “retorno”, mas, também de “retorno ajustado ao risco”.

Calcular automaticamente o valor de mercado de contratos (derivativos inclusive) a partir de fórmulas definidas pelo usuário.

Facilitar a auditoria interna, utilizando-se do fato de que qualquer alteração de risco ou desempenho é registrada como transações.

Gerencial o risco de posições patrimoniais (VAR), o risco do lucro operacional (EAR) ou o risco no fluxo de caixa (CFAR).

Otimizar o hedging, indicando fatores de risco e datas de vencimento cujas exposições devem ser protegidas.




 
 
 
Funções
 
 
Gerenciamento de todos os fatores de risco (juros, câmbio, índices, futuros, etc.) que influenciam os ativos e os contratos transacionados pela empresa. Por gerenciamento, se entende a coleta e registro de cotações nos mercados a vista e futuros.

 
 
Tratamento em tempo real das cotações registradas usando técnicas financeiras e estatísticas relacionadas a series temporais. Isso inclui projeção de variâncias, correlações e covariâncias usando modelos estocásticos derivados de GARCH.

 
 
Controle dos ativos e passivos de natureza financeira e não financeira, incluindo commodities, moedas estrangeiras, títulos de crédito, ações, opções, etc. Em se tratando de commodities, um ativo representa um produto num determinado mercado ou região.

 
 
Precificação de todos os ativos com base tanto em variáveis de mercado definidas pelo próprio usuário quanto em parâmetros pré-definidos. No caso especifico de commodities esses parâmetros podem abranger taxas e preços relacionados a prêmio, frete, armazenagem, despesas alfandegárias, etc.

 
 
Geração de listas com preços futuros para todos os ativos cadastrados. Tais preços podem ser alterados com base em parâmetros fiscais (por exemplo, icms, ipi, etc.), financeiros (condição de pagamento, etc.) e comerciais (descontos, etc.).

 
 
Controle dos contratos operacionais (pedidos de compra, de venda, etc.) e financeiros, incluindo instrumentos derivativos (futuros, opções, etc.), empréstimos e investimentos. Controle dos saldos de moeda estrangeira, dos estoques de mercadorias, das carteiras de ações, etc.

 
 
Marcação ao mercado de todas as posições ativas e passivas da empresa. O usuário poderá criar ele mesmo as fórmulas que relacionam o valor de uma posição aos fatores de risco, aos ativos subjacentes e aos parâmetros pertinentes (prêmio, frete, qualidade, taxas, tributos, etc.).

 
 
Cálculo e recálculo, em tempo real, das exposições nos fatores de risco de todos os contratos e saldos (no nível de posições individuais ou de carteiras predefinidas). Isso inclui, em particular, parâmetros de sensibilidade como delta, duration, etc.

 
 
O sistema calcula em tempo real o “valor em risco” das diversas carteiras previamente definidas pelo usuário (baseadas em famílias de ativos, operadores, departamentos, etc.). Se o “valor em risco” de uma dada carteira ultrapassar um limite especificado, o sistema pode abortar a operação ou gerar um aviso.

 
 
Controle transacional (com rastreabilidade detalhada) de todas as movimentações de saldos e de todas as alterações nos contratos. Após cada transação, o sistema recalcula em tempo real o valor de mercado, as exposições aos fatores de risco e os “valores em risco” de todas as carteiras predefinidas pelo usuário.

 
 
Gráficos e tabelas são disponibilizados para se analisar as exposições e o cálculo do “valor em risco” para cada carteira pré-definida. Eles mostram também a “decomposição do risco”, revelando medidas relevantes como Beta, Delta, VAR Marginal, VAR Individual, VAR Componente, VAR Condicional, etc.

 
 
Em adição ao calculo do “valor em risco” paramétrico, recalculado para todas as carteiras em tempo real, o sistema apresenta funções para calcular o “valor em risco baseado em simulação histórica” e o “valor em risco baseado em simulação Monte Carlo.

 
 
Conforme preconiza as normas de Gestão de Risco, o sistema apresenta uma função de “Teste de Stress”. Esta função pode ser executada com base em cenários históricos e hipotéticos ou na forma de “Análise de Sensibilidade” onde o usuário pode simular variações no valor da carteira a partir de alterações nos fatores de risco.

 
 
No intuito de validar os modelos utilizados, o sistema permite a realização de “Backtesting”. Dessa forma se pode confirmar estatisticamente, com um grau de segurança pré-definido, se os “valores em risco” são realmente acurados.

 
 
Avaliação de desempenho é uma função importante do sistema, seja no nível de cada posição individual, seja em nível de carteira (de um operador, ativo, etc.). Em consequência, podem-se utilizar as medidas de risco calculadas (VAR, por exemplo) para se obter o “desempenho ajustado ao risco”.

 
 
Controle de tesouraria integrado ao gerenciamento de risco, registrando-se os fluxos de caixa (ingressos e desembolsos) e atualizando saldos de conta corrente. Em particular, o sistema gerencia as margens dos instrumentos transacionadas em bolsa de valores.

 
 
 
Principais Características
 
 
Software Multibanco (QRisk pode ser executado com banco de dados Microsoft SQL Server ou Oracle).

Utilitário para instalação do banco de dados na empresa. Ferramenta para execução automática de comandos SQL.

Função para analise de desempenho do software QRisk. Função para checagem da integridade do Banco de Dados.

 
 
 
Segurança
 
 
Controle de privilégios no nível de tela, tabela, coluna e estação (permitindo ou não consulta, alteração, etc.).

Controle de conflitos (SOD), impedindo que o mesmo usuário pode atualizar dados de telas conexas.

Segurança de senhas integrada ao banco de dados (Microsoft SQL Server ou Oracle).

Rastreabilidade de todos os acessos realizados pelos usuários do sistema QRisk.

Rastreabilidade de conexões, registrando todos os usuários que estão conectados no banco de dados.

 
 
 
Customização
 
 
Ferramenta integrada de Business Intelligence (BI) para o usuário criar seus próprios relatórios, gráficos, etc.

Ferramenta de exportação para que praticamente toda consulta ou relatório possa ser exportada para Excel.

Ferramenta de importação de dados de Excel ou Texto (para funcionalidades específicas).

Nomenclatura das telas e campos pode ser alterável pelo usuário (traduzir para outras línguas que não o português, por exemplo).

Conexão a internet (se desejável), usando cliente de correio (e-mail) e navegador web (browser).

Ferramentas de suporte geral integrada no sistema (calculadora, calendário, etc.).